Deportes

Santos, Grêmio e Botafogo seguem na disputa — Libertadores

Santos, Grêmio e Botafogo seguem na disputa — Libertadores

O atacante Bruno Henrique falou sobre a partida. Além disso, o Atlético bombardeou o goleiro Vanderlei, mas a noite foi do arqueiro santista. O time equatoriano passou pelo Palmeiras nos pênaltis, na última quarta-feira. Aos 15, o Santos resolveu sair para o jogo e atacar. Cotado para defender a seleção brasileira, Vanderlei, mais uma, vez mostrou que segue na briga.

O técnico Fabiano Soares lamentou a derrota em casa a primeira partida, mas elogiou o sistema do time. Escanteio foi cobrado e dessa vez Fabrício finalizou de cabeça.

Não foi à toa que teve o nome gritado após a sequência tripla de defesas.

Vanderlei acredita que a chave para o Santos seguir na Libertadores é conseguir se impor como visitante.

Aos 37 minutos da etapa inicial isso ficou claro. Sidcley, completamente sozinho, bateu no meio do gol. Ele chutou e Lucas Veríssimo se colocou diante da bola, fazendo ela explodir nele. A equipe paranaense teve toda a iniciativa, desperdiçou várias chances de gol e retornará para casa de mãos vazias. A ideia de Levir - melhorar a saída de jogo - funcionou parcialmente. Peixe melhora com alteração O Santos já voltou do vestiário para o segundo tempo com Jean Mota no lugar de Yuri.

No fim, esgotado, o Atlético-PR se entregou e enfim deu espaços ao Santos. Mas a resposta do Atlético-PR foi imediata.

Aos 27, Nikão fez outra grande jogada e cruzou.

Aos 26, ele havia feito uma ótima defesa em chute de Sidcley. Apesar de o Atlético-PR continuar em cima, o Peixe passou a incomodar. Já a torcida retribuía gritando o nome do goleiro.

O Furacão amassou o Santos, teve, pelo menos, quatro chances claras para abrir o placar, mas não conseguiu vencer e foi desclassificado da Libertadores. Eles têm muito contra-ataque e velocidade. O tento fez a Vila explodir e também fez os atleticanos desabarem. Apesar de ter deixado a competição internacional, fica o bom futebol apresentado e a expectativa de que o Furacão, no segundo turno do Campeonato Brasileiro, possa aumentar seu rendimento e brigar novamente por uma vaga no torneio sul-americano. Já o Peixe entra em campo na segunda-feira, contra o Fluminense, às 20h, no Pacaembu.

Cartões amarelos: ATLÉTICO-PR: Guilherme.

Santos: Vanderlei, Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Renato (Alison), Yuri (Jean Mota) e Lucas Lima; Copete, Bruno Henrique e Ricardo Oliveira.

Com isso, um provável rubro-negro conta com Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno, Fabrício; Matheus Rossetto, Lucho González, Guilherme; Nikão, Sidcley e Ribamar.